domingo, 19 de abril de 2009

Olhando da janela

É tão fácil ver a vida pela janela. Não preciso me envolver, não preciso me importar, não preciso que me vejam. Apenas fico olhando, olhando pessoas passando por ela. Algumas tão ocupadas e apressadas que avançam no semáforo vermelho. Outras tão indiferentes que nem abrem o vidro do carro para pegarem um panfleto. 

Vejo galeras, turmas causando, cantando, gritando, xingando. Alguns cambaleando, outros se agarrando. Eles estão lá e eu aqui, na minha janela a observar. Eles não sabem que eu estou aqui, não notam minha presença na janela. Mas eu os vejo e os ouço. 

Tento imaginar o que se passa na mente deles, o que eles carregam em seus corações. Creio que eles acreditam estar curtindo a vida, aproveitando tudo ao máximo: bebendo todas, pegando todas, ganhando todas, cheirando todas. É tudo na sua totalidade. Tudo ao seu máximo. 

Mas eles se esquecem ou simplesmente não sabem que a vida não se limita aos desejos do corpo. Que a nossa totalidade não se limita a um corpo e uma alma repletos de anseios e desejos. Possuímos um espírito que anseia ser vivificado. Que deseja ser ouvido e ter de voltar à prática de um relacionamento intimo e sincero com o Criador.

Que Deus se importa com todos os homens e com o homem todo. Que Ele amou a todos e se entregou por todos. Que todo aquele que nEle crê não irá parecer, mas terá a vida eterna!

Essa vida que vivemos hoje é apenas um reflexo do que está por vir. Existe algo eterno e isso é real. Não fomos criados apenas para o hoje, mas para a eternidade. Não somos frutos do acaso, mas resultado de um grande sonho, de um grande plano de amor!

Eles não conhecem estas verdades e eu estou muito cômoda a simplesmente olhar pela minha janela. Em breve eles irão embora e outras pessoas passarão pela minha janela. Cada uma carregando suas histórias, dores e sonhos. Eu não as conheço e elas não me conhecem. 

Mas Tu, Senhor, sabes muito bem quem cada um de nós somos. Tu sabes o que se passa em nossa mente e coração. Tu conheces os desejos mais íntimos, os nossos medos mais secretos. Por isso clamo a Ti para que nos salve!

Para que o seu reino de amor seja revelado a todo homem e para que o homem todo seja transformado pela Tua graça e amor.

Senhor, misericórdia de nossas vidas. Daí-nos a visão do Teu amor, que possamos ver como Tu vês. Importar-nos com o perdido e nos envolver com a Tua causa. Que a prática do Teu amor esteja viva em nossas ações diárias e que possamos sair da janela e passar a caminhar entre os que necessitam do Teu amor.

Abençoa-nos hoje e sempre!

2 comentários:

Marcelo Martin disse...

Cristianismo é se envolver com todos e compartilhar da salvação!
Que o Senhor Jesus nos ajude!

Bruna Bianconi disse...

Ju, falou tudo. Que Deus possa nos capacitar e nos ajudar nessa missão de vivenciar o cristianismo e compartilhar isso com as pessoas que passam por nossa janela. te amo muito!