quinta-feira, 9 de abril de 2015

Silêncio

Palavras... 
Palavras...
Palavras... 

 O que dizer quando minha alma bate inquieta dentro de mim? 
Palavras muitas vezes não são suficientes e nessas horas, o silêncio se torna o meu maior pronunciamento. 

Nenhum comentário: