domingo, 15 de abril de 2012

A Ponte



Sinto-me no início de uma ponte. 
Sei que ao atravessá-la tudo será diferente, será um novo começo, um novo tempo...
Mas o medo do desconhecido, o medo de mudar, o medo de não ter o controle me faz paralisar.

Sei que preciso seguir, sei que preciso me permitir a viver esse novo, mas não sei explicar a dor que sinto por ter que seguir.
Tudo ao meu redor me apavora, me sinto sozinha... Sem forças para prosseguir.

Mesmo em meio as lágrimas, vou dando os primeiros passos rumo ao desconhecido.
Preciso confiar, preciso prosseguir!
Mas preciso de ajuda, preciso da Tua ajuda, da Tua presença.

Sei que tudo está mudando, e só de pensar que não será mais como era antes meu coração se derrete em lágrimas. Ajuda-me a me desprender.
Que durante está travessia o meu eu verdadeiro possa ser revelado!
Quero ser a pessoa que me criaste para ser.

Livra-me de tudo o que prender e me impede de seguir.
Liberta-me dos medos que paralisam.
Envie o Teu anjo para me socorrer.
Caminhe comigo esta travessia...




4 comentários:

Diego! disse...

conmo diria uma filósofa de um filme da Disney: "Continue a nadar...continue a nadar..."rs

no fim é o que resolve tudo!

' Jeffão Araújo disse...

O novo que sempre nos apavora e nos faz amadurecer!

Juliane Oki Carraro disse...

Amei a citação da Disney, Diego!
E sim, Jeffão... o novo sempre nos apavora, mas ao mesmo tempo nos surpreende, eh bom demais! Obrigada pela visita, Deus abençoe vcs!

Renata disse...

Que lindas palavras,é bem o meu momento,amei o bloguinho =D Deus te abençoe! Bjos